Brasil 24/7

Clique para compartilhar o link do texto original


Exibição havia sido suspensa por decisão de desembargador do Rio de Janeiro nesta quarta. "Não é de se supor que uma sátira humorística tenha o condão de abalar valores da fé cristã, cuja existência retrocede há mais de 2 (dois) mil anos", argumentou o presidente do STF

[...]

Leia o texto completo em Brasil 24/7