Carta Capital

Clique para compartilhar o link do texto original

O presidente Jair Bolsonaro postou um vídeo enigmático nas redes sociais nesta segunda-feira 28. Comparando-se a um leão cercado por hienas, cada uma delas representa um “inimigo” em potencial do presidente. A lista é extensa e inclui, entre os algozes de Bolsonaro, o seu próprio partido – PSL -, o Movimento Brasil Livre, o Supremo Tribunal Federal e até a Lei Rouanet.

Bolsonaro ainda faz menção às eleições que acontecem na América Latina como elementos de soma aos “ataques” que diz receber no vídeo. “Chile, Argentina, Bolívia, Peru, Equador… Mais que a vida, a nossa LIBERDADE. Brasil acima de tudo! Deus acima de todos!”, escreveu.

 

No fim do vídeo, figura o recado claro do presidente à base apoiadora ao passo que o leão “conservador patriota” entra em cena: “Vamos apoiar o nosso presidente até o fim e não atacá-lo. Já tem a oposição para fazer isso”.

[...]

A lista que aparece no vídeo é extensa. Entre os partidos, ele coloca o PT, o PSL, o PDT, o PSOL, o PCdoB e o PSDB no mesmo contexto de inimigos do governo.

Na questão dos movimentos sociais e entidades civis, estão a Força Sindical, o MBL, o feminismo (representado pelo símbolo da Vênus), o Greenpeace, a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e a CUT (Central Única dos Trabalhadores).

A mídia também entre nessa lista. Folha de S. Paulo, Estadão, Veja, Globo e Jovem Pan são citadas. Para finalizar, há também menção à Lei Rouanet, ao STF, à ONU, à OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e ao eleitor “isentão”.

The post Bolsonaro se compara a ‘leão’ e nomeia PSL, MBL e STF como inimigos em vídeo appeared first on CartaCapital.

Leia o texto completo em Carta Capital