Carta Capital

Clique para compartilhar o link do texto original

O ex-assessor Alexandre de Andrade Junqueira apresentou à Procuradoria-Geral de Justiça, na segunda-feira 14, uma denúncia em que acusa o deputado estadual Gil Diniz (PSL-SP), conhecido como “Carteiro Reaça”, de suposta prática de “rachadinha”.

“Rachadinha” é o nome dado ao esquema em que o político se apropria de parte ou totalidade dos salários dos seus funcionários. Junqueira trabalhou como assessor especial de Diniz e foi exonerado em 31 de julho. Sua remuneração era de aproximadamente 15 mil reais.

 

[...]

Na denúncia, o ex-assessor também afirma que há uma funcionária fantasma no gabinete do deputado. O parlamentar ainda não se pronunciou sobre o caso.

Gil Diniz é um dos principais aliados da família Bolsonaro em São Paulo. Ele trabalhou como assessor de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), entre 2016 e 2018. Hoje, é vice do diretório do partido em São Paulo, comandado pelo filho 03 do presidente da República.

 

 

The post Deputado “Carteiro Reaça” do PSL é acusado de rachadinha appeared first on CartaCapital.

Leia o texto completo em Carta Capital