Carta Capital

Clique para compartilhar o link do texto original

A crise no PSL tem mais um capítulo: O presidente do partido, Luciano Bivar, decidiu destituir o senador Flávio Bolsonaro e o deputado federal Eduardo Bolsonaro do comando do PSL no Rio de Janeiro e em São Paulo, respectivamente. A informação foi confirmada à CartaCapital, mas ainda não houve manifestação dos filhos do presidente acerca do assunto.

A ala bolsonarista do PSL sofreu uma derrota na Câmara dos Deputados nesta quinta-feira 17, já que a casa validou a lista de assinaturas de deputados que querem manter o Delegado Waldir (PSL-GO) no posto de líder da bancada do partido. O outro candidato era Eduardo Bolsonaro, que também conseguiu levantar votos na quarta-feira 16 e mobilizou parlamentares mais alinhados ao presidente.

No entanto, a base governista também fez suas alterações: retirou Joice Hasselmann (PSL-SP) da liderança do governo no Congresso porque ela votou na lista favorável a Waldir.

[...]

Além disso, Hasselmann trocou farpas com dois membros de seu grupo político nas redes sociais na madrugada desta quinta-feira 17: o assessor especial da Presidência da República, Filipe Martins, e o deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP).

The post Eduardo e Flávio Bolsonaro são retirados de lideranças estaduais do PSL appeared first on CartaCapital.

Leia o texto completo em Carta Capital