GGN / Luis Nassif

Clique para compartilhar o link do texto original

Partido da Família, da Bala e da Bíblia ameaça democracia, por Kennedy Alencar

Imprensa vai continuar a se omitir diante de nova sigla de Bolsonaro?

Jornal GGN – Está na hora da imprensa parar de passar pano e ficar somente naquela de listar como polêmica o que é, na realidade, verdadeiro absurdo e começar a enxergar que o partido de Bolsonaro, o Aliança para o Brasil, tem ideário fascista, projeto nacionalista autoritário e pretensão de manipular os piores sentimentos morais e religiosos do povo brasileiro. O alerta é de Kennedy Alencar, em seu blog.

[...]

Até o número do partido, 38, remete ao famoso trabuco, se torna símbolo do calibre do retrocesso em curso e que ameaça a democracia. Além do número, o símbolo da legenda foi feito com cápsulas de bala. Aliança é um partido familiar que reúne o pior do conservadorismo dito cristão no país, diz Kennedy, com extrema-direita na veia, com toda a sua intolerância às diferenças e a pregação do ódio no debate público.

“Em nome de uma suposta agenda liberal para lá de tosca, que estimula o empobrecimento do país, a precarização do trabalho e ignora as necessidades sociais, setores da sociedade civil vão tolerar um caminho claro de atraso e barbárie? O caminho é esse mesmo?”, pergunta Kennedy.

Bolsonaro somente oferece a paz dos cemitérios e a intensificação da exclusão social e, aos que estão fechando os olhos, parabéns! Ao se omitir em relação ao Partido da Família, da Bala e da Bíblia estão reforçando a morte da democracia.

E o jornalismo tem um papel a cumprir neste momento histórico, finaliza Kennedy.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia o texto completo em GGN / Luis Nassif