Mídia Ninja

Clique para compartilhar o link do texto original

VIVA, MESTRE IRINEU! CHICO VIVE!

Domingo, 15/12, foi o aniversário de nascimento de Raimundo Irineu Serra, o Mestre Irineu, fundador da doutrina do Santo Daime; e de Chico Mendes, mártir do movimento sócio-ambiental. Apesar da luz que emana desses dois ícones – e que se propaga do Acre ao Cosmos – a iluminar a semana que se iniciava, não poderíamos deixar de ter a presença do inusitado, do bizarro. Afinal, vivemos sob a era Bolsonaro…

Manifestação realizada no centro de São Paulo, em novembro, grupo neointegralista ressuscita velhas fardas e saudações.

DO INUSITADO…

A disputa pelo prêmio “Bizarrice da Semana” foi disputada. O primeiro concorrente é um grupo de integralistas, blusas verdes, faixa com a letra sigma no braço, cumprimentando-se com “Anauê”, cantando o hino do movimento e entoando o lema “Deus, Pátria e Família”, em plena São Paulo do ano de 2019. Parece que voltamos a 1932 e Plínio Salgado, Benito Mussolini e Adolf Hitler não morreram.

…AO BIZZARO

Outro forte concorrente: um nazista, faixa com a suástica no braço, sentado, tomando uma de bouas, em um boteco em Unaí-MG, sem ser importunado. Lembrando que a conduta acima descrita configura o “crime de divulgação do nazismo”, previsto no art. 20, §1°, da Lei n° 7.716/1989.

BIZARRICE AO CUBO

Terceiro concorrente: na segunda-feira (16), Bolsonaro chamou Paulo Freire de energúmeno. Não é a primeira vez que o presidente insulta Freire, um dos acadêmicos brasileiros mais influentes, um dos pensadores do país mais citados em trabalhos científicos, um dos intelectuais nacionais mais respeitados em todo o mundo. E Bolsonaro? Bem…

BOM SENSO NA MAGISTRATURA

Ainda na segunda-feira (16), Dias Toffoli deu uma lapada na Lava jato. Em entrevista concedida ao jornal O Estado de São Paulo, o ministro do STF reconheceu a importância da operação, mas não poupou críticas aos seus abusos e excessos. Teria dito que “a lava jato foi muito importante, colocou pessoas na cadeia, mas, destruiu empresas. Isso jamais aconteceria nos EUA”.

ESCREVEU NÃO LEU…

Os procuradores da República, Dallagnol e Pozzobom, reagiram: segunda eles, “a lava jato não ‘destruiu’ empresa nenhuma. Apenas descobriu graves ilícitos praticados por empresas e as responsabilizou, nos termos da lei”.

…PAU COMEU

Esqueceram, os ignóbeis membros do parquet federal, que empresa não pratica ilícito. Quem pratica ilícito são as pessoas. Pessoas fazem parte de empresas. Quem deve ser responsabilizada, segundo o direito pátrio, é a pessoa física que praticou ilícito e não a pessoa jurídica (empresa) da qual a pessoa física faz parte, exceto nas hipóteses de “desconsideração da personalidade jurídica” (disregard doctrine). Tivessem estudado mais um pouco ao invés de usar o direito para fins de perseguição de adversários políticos, saberiam dessa singela diferença…

FANTASMAS, RACHADINHAS…

[...]

Na quarta-feira (18), eis que o MP/RJ resolve sair da letargia em desfavor dos laços históricos e longevos da família Bolsonaro com as milícias cariocas. Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz e outros ex-assessores foram alvo de uma operação do MP carioca, que investiga a suspeita de esquema de “rachadinha” no gabinete de Flávio, quando este ainda exercia o mandato de deputado estadual na ALERJ.

…E FAMILÍCIA

Na quinta-feira (19), o MP/RJ detalhou os motivos da operação: afirmou que 10 familiares da ex-mulher de Jair Bolsonaro, Ana Cristina Valle, nomeados no gabinete de Flávio Bolsonaro, sacavam, em espécie, até 99% de seus salários e repassavam a Fabrício Queiroz, ao próprio Flávio e a Adriano da Nóbrega, chefe do Escritório do Crime de Rio das Pedras- RJ, suspeito de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco e de seu motorista, Anderson Gomes.

PASSANDO O PANO

Para o MP/RJ, Flávio Bolsonaro seria o líder de uma organização criminosa e teria lavado R$ 638 mil de origem ilícita em compra de imóveis; e R$ 2,3 milhões em sua loja de chocolates. O presidente tentou minimizar a situação: “Não tenho nada a ver com isso”, teria dito, insinuando, ainda, envolvimento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, em tal investigação.

DESCEU DAS TAMANCAS

Na sexta-feira (20), irritado ao ser perguntado sobre o assunto, o presidente atacou jornalistas na saída do Palácio da Alvorada: “Fica quieto”,”Vai perguntar pra tua mãe sobre o recibo que ela passou para o teu pai”, “Você tem uma cara de homossexual terrível”.

ENQUANTO ISSO, NA SALA DA JUSTIÇA…

Na maior cara-de-pau do mundo, o ministro Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) diz que 2019 foi bom para governo, pois “não tivemos nenhum escândalo de corrupção”. Tá de zueira, né?!

NO MUNDO…

Na noite de quarta-feira (18), a Câmara dos EUA aprovou o impeachment de Donald Trump pelas acusações de abuso de poder e obstrução do Congresso. É a primeira derrota mais consistente em seu processo de impedimento. Agora resta aguardar pela votação no Senado americano, que deverá ocorrer em janeiro.

E NO ACRE…

No Acre, a violência campeia. Os crimes contra o patrimônio explodiram em todo o Estado, notadamente na capital, Rio Branco. No meio da semana, em um período de 24 horas, houve o roubo de 7 veículos do tipo caminhonete.

JUSTIFICANDO

Apesar do reconhecido empenho das Forças de Segurança, o fato é que ninguém aguenta mais essa situação. O Calcanhar de Aquiles de nosso último mandato da Frente Popular do Acre se tornou o ponto fraco do atual governo, que utilizou os problemas na Segurança Pública e a promessa de resolvê-los como mote de campanha. Até agora, com exceção de uma sensível redução nas estatísticas de homicídio, só piorou.

FUTEBOL

Não deu pro meu Mengão. Foi um grande jogo, mas, o Liverpool levou a melhor. Paciência, ano que vem tem mais…

Leia o texto completo em Mídia Ninja