O Cafezinho

Clique para compartilhar o link do texto original

A cidade não pára, a cidade só cresce; o de cima, sobe, o debaixo, desce.

Uma das principais conclusões a se tirar da pesquisa CNI/Ibope divulgada hoje faz lembrar a letra da música A cidade, de Chico Science.

Os números revelam que a polarização avançou ao longo do ano.  Os eleitores mais próximos de Bolsonaro se mantém fieis a ele, por enquanto; na outra ponta, avança muito, porém, o percentual dos insatisfeitos com o desempenho de sua administração.

O mais importante núcleo de apoio ao governo ainda é o eleitor de renda média, que ganha mais de 5 salários por mês. Neste segmento, o percentual que considera o governo como “ótimo” atingiu o maior nível do ano, 19%.

Entretanto, no mesmo grupo de renda, o percentual dos que consideram o governo “péssimo” também bateu recorde, de 22%.

A imagem do presidente e seu governo se desgastou muito em todos os segmentos, mas dá para destacar as periferias, mulheres e eleitores com menos de 44 anos.

[...]

Leia o texto completo em O Cafezinho