Opera Mundi

Clique para compartilhar o link do texto original

A vice-presidente eleita na Argentina, Cristina Kirchner, disse nesta sexta-feira (08/11) que, com a soltura de Lula, "acaba uma da maiores aberrações do lawfare na América Latina". Após o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixar sede da Polícia Federal em Curitiba onde passou 580 dias preso, a peronista comemorou a liberdade do ex-mandatário e disse que seu encarceramento foi uma "privação ilegítima" de sua liberdade. "Hoje cessa uma das maiores aberrações do lawfare na América Latina: a privação ilegítima da liberdade do ex-presidente da República Federativa do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva. Lula Livre!", disse Kirchner.FORTALEÇA O JORNALISMO INDEPENDENTE: ASSINE OPERA MUNDI Mais cedo, seu companheiro de chapa e presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, também comemorou a liberdade do ex-mandatário brasileiro e disse que a força de Lula "demonstra não apenas o compromisso, mas a imensidão daquele homem".  

[...]

Leia o texto completo em Opera Mundi