Opera Mundi

Clique para compartilhar o link do texto original

O candidato peronista Alberto Fernández, que encabeça a chapa formada pela ex-presidente Cristina Kirchner como vice, venceu as eleições presidenciais da Argentina realizadas neste domingo (27/10), superando o presidente Mauricio Macri. A vitória da chapa Fernández-Cristina representa o retorno dos peronistas ao poder e o fim do governo neoliberal de Mauricio Macri, mandatário que, desde 2015, protagonizou um mandato marcado por profunda crise social e econômica.Com 89,61% das urnas apuradas, Fernández tem 47,78% dos votos, contra 40,73% de Macri. A tendência de vitória é irreversível.FORTALEÇA O JORNALISMO INDEPENDENTE: ASSINE OPERA MUNDIA lei eleitoral da Argentina prevê vitória em primeiro turno se algum candidato alcançar 45% dos votos, ou se conquiste mais de 40% abrindo uma vantagem de 10 pontos percentuais do segundo colocado.O presidente eleito assume o cargo no dia 10 de dezembro.Veja a apuração:

[...]

Leia o texto completo em Opera Mundi