Opera Mundi

Clique para compartilhar o link do texto original

O governo cubano anunciou nesta terça-feira (15/10) o início de uma campanha para coletar assinaturas em um abaixo-assinado que pede a liberdade imediata ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso na sede da Polícia Federal em Curitiba desde abril de 2018.A coleta de assinaturas, que faz parte da campanha internacional pela liberdade do ex-presidente, acontecerá em diversos postos de trabalho, escolas e associações civis até o dia 28 de outubro. Pelo Twitter, o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, afirmou que, "com nossas assinaturas, exigiremos a imediata liberdade de Lula da Silva".FORTALEÇA O JORNALISMO INDEPENDENTE: ASSINE OPERA MUNDIDurante a jornada de assinaturas ainda serão realizados atos e manifestações de solidariedade ao ex-presidente brasileiro e contra a "estratégia do imperialismo, com a cumplicidade da direita regional, para desacreditar os líderes progressistas".

[...]

Leia o texto completo em Opera Mundi