Opera Mundi

Clique para compartilhar o link do texto original

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta sexta-feira (18/10) novas sanções econômicas contra Cuba a fim de restringir as exportações de materiais do país.As chamadas "Emendas às Regulações para a Administração de Exportações (EAR)", implementadas pelo Setor de Indústria e Segurança da Secretaria do Tesouro norte-americana, entrarão em vigor a partir do dia 28 de outubro. Pelo Twitter, o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, denunciou e condenou as novas sanções econômicas que acirram o bloqueio contra a ilha."EUA anunciam novas medidas de recrudescimento do bloqueio contra Cuba. Esta ação é a expressão de impotência, degradação moral e desprezo imperial. É um ato desumano, cruel, injusto e genocida que rechaçamos energicamente", afirmou o mandatário.FORTALEÇA O JORNALISMO INDEPENDENTE: ASSINE OPERA MUNDIEntre as principais disposições, as novas medidas estabelecem uma política geral de negação de licenças para o arrendamento de aeronaves e companhias aéreas estatais cubanas, além de uma revisão da chamada "Exceção de Licença ‘Apoio ao Povo Cubano’", para evitar que determinadas doações entrem no país.

[...]

Leia o texto completo em Opera Mundi