Portal Vermelho

Clique para compartilhar o link do texto original


O Blog do jornalista Lauro Jardim, no O Globo, revelou nesta segunda-feira (4) que a Polícia Civil do Rio de Janeiro já sabe que o porteiro que prestou depoimento e anotou no livro o número da casa 58, no Condomínio Vivendas da Barra, não é o mesmo que fala com o PM reformado Ronnie Lessa (dono da casa 65) no áudio divulgado por Carlos Bolsonaro e periciado em duas horas pelo Ministério Público.

[...]

Leia o texto completo em Portal Vermelho