Revista Fórum

Clique para compartilhar o link do texto original

Em pânico desde a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que possibilitou que Lula conquistasse sua liberdade, o deputado pastor Marco Feliciano (Podemos-SP), ameaçou usar a Lei de Segurança Nacional contra o ex-ministro José Dirceu, que foi libertado da prisão também nesta sexta-feira (8).

“José Dirceu em 2018: “é uma questão de tempo pra gente tomar o poder. Aí nós vamos tomar o poder, que é diferente de ganhar uma eleição”. Foi esse marginal que @STF_oficial soltou ontem! Se ousar repetir a frase eu represento contra ele por crime contra a segurança nacional!”, tuitou.

Um dos poucos aliados de Bolsonaro a romper o pacto de silêncio sobre a liberdade de Lula, Feliciano revela que a liberdade do petista mexeu com os ânimos dos governistas.

“O STF cometeu homicídio triplamente qualificado contra a esperança do Povobrasileiro. Motivo torpe (soltar Lula), meio cruel (decisão tomada por quem deveria guardar a Constituição) e sem possibilidade de defesa da vítima (decisão sem recurso). Congresso tem q desfazer esse erro!”, tuitou nesta sexta-feira.

Leia o texto completo em Revista Fórum