Revista Fórum

Clique para compartilhar o link do texto original

Em uma partida bastante disputada, o Liverpool “socialista” venceu o Flamengo e levantou o troféu do Mundial de Clubes da Fifa neste sábado (21). A equipe inglesa, vencedora da Champions League, se impôs sobre a equipe carioca e bateu por 1×0 o campeão da Libertadores em um jogo realizado no Estádio Khalifa International, no Qatar.

As duas equipes protagonizaram um grande jogo, com bastante equilíbrio durante os noventa minutos. No tempo regulamentar, o clube inglês teve 11 finalizações (2 em gol) e 52% de posse de bola, enquanto a equipe carioca finalizou 10 vezes (2 em gol) e 48% de posse de bola. Com as substituições realizadas na segunda etapa, o Liverpool conseguiu impor uma pressão maior sobre o Flamengo e quase encerrou a partida sem a necessidade de prorrogação.

Aos 45 minutos da segunda etapa, o árbitro de campo, o qatari Abdulrahman Al-Jassim, marcou um pênalti do lateral-direito rubro-negro Rafinha sobre o atacante Mané. A arbitragem cancelou a decisão após revisão do VAR e voltou atrás na penalidade e no cartão amarelo aplicado contra o lateral.

A partida foi para a prorrogação e foi definida aos 8 minutos do primeiro tempo da prorrogação pelo atacante Roberto Firmino, titular da seleção brasileira, em um contra-ataque da equipe de Jurgen Klopp.

Liverpool no Qatar

A passagem do Liverpool pelo Qatar foi marcada por uma grande preocupação dos ingleses da partida ser usada politicamente pelo regime qatari. O clube chegou a recusar um hotel oferecido pela Fifa por denúncias de violação de direitos trabalhistas.

[...]

Marielle Presente

A torcida do Flamengo ainda teve uma faixa em homenagem à vereadora Marielle Franco, assassinada em março de 2018, vetada pela segurança da Fifa. O segurança perguntou quem havia matado a vereadora brasileira, que era torcedora do Flamengo, e determinou o recolhimento da faixa.

Leia o texto completo em Revista Fórum