Revista Fórum

Clique para compartilhar o link do texto original

A guerra protagonizada pela revista Veja contra Lula desde sempre parece não ter fim. Após o voto da ministra Rosa Weber, contra a prisão em segunda instância que pode decidir o julgamento das ações sobre o caso e influenciar a libertação do ex-presidente, a revista ressuscitou o publicitário Marcos Valério e uma denúncia furada para criar comoção e manter Lula na cadeia.

Em reportagem de capa divulgada nesta sexta-feira (25), Veja ressuscita o criador do Mensalão do PSDB, que em depoimento ao Ministério Público de São Paulo, prestado no Departamento de Investigação de Homicídios de Minas Gerais, disse ter ouvido do empresário Ronan Maria Pinto, que participava de um esquema de cobrança de propina na prefeitura de Santo André, que o ex-presidente foi o mandante do assassinato.

[...]

Na reportagem, Valério conta que foi escalado pelo secretário da Casa Civil, Gilberto de Carvalho, para procurar Ronan, que estaria chantageando o governo.

Na conversa, Ronan teria exigido dinheiro para ficar calado, declarou que não ia “pagar o pato” sozinho e que iria citar o presidente Lula como “mandante da morte” do prefeito de Santo André. Nas palavras de Valério, Ronan ia “apontá-lo como cabeça da morte de Celso Daniel”.

Leia o texto completo em Revista Fórum