Sul 21

Clique para compartilhar o link do texto original

Da RBA Partidos de oposição entraram com representação na Procuradoria Geral da República (PGR) para que investigue compra de votos para aprovar a “reforma” da Previdência. Parlamentares do PT, PCdoB e Psol denunciam evidência de ação ilegal, que pode ser tipificada como crime contra as finanças públicas, prevaricação e advocacia administrativa. O presidente Jair Bolsonaro só liberou […]

[...]

Leia o texto completo em Sul 21