Tijolaço

Clique para compartilhar o link do texto original

Não tem descanso nem no Natal.

Mal recuperado do tombo que sofreu na noite de ontem, Jair Bolsonaro voltou à ofensiva, anunciando – evidente que para desmontar qualquer revelação que venha por aí – que está sofrendo perseguição.

Em entrevista ao Brasil Urgente, da TV Bandeirantes, disse:

“Isso é um crime, o que eles estão fazendo. Tentaram armar para mim colocando o caso Marielle no meu colo. A nova intenção deles, não tenho como comprovar, é fazer busca e apreensão na casa de um outro filho meu. Já, pelo que tudo indica, fraudando provas! É o inferno da grande mídia”

[...]

Para ele , “aquela grande rede de televisão” – a Globo, obviamente – está recebendo vazamentos de informação no caso de seu filho Flavio e que tenta incriminá-lo no processo do assassinato de Mariellle Franco e ao filho Carlos Bolsonaro.

Bolsonaro continua usando a técnica de “queimar” preventivamente tudo o que possa surgir sobre sua família,

O problema não é, porém, o que vaza, é a cumplicidade que já está estabelecida com um submundo policial, que os Bolsonaro mesmos construíram.

Leia o texto completo em Tijolaço